Self-Service BI: o que é?


Uma das grandes tendências de BI para 2018 é a consolidação e expansão do self-service BI, como indica o relatório feito pela BARC. Mas, afinal, o que é self-service BI? Continue lendo e descubra!

 

o que é self-service BI

 

Segundo a Gartner, esse tipo de business intelligence é definido como:

“Usuários finais criando e implementando seus próprios relatórios e análises dentro de uma arquitetura instrumental.”

Em outras palavras, o self-service BI é uma ferramenta de democratização dos dados e otimização do trabalho dos usuários finais. O software é desenhado para trazer ao usuário final o poder de ter informações sempre em mãos. Além disso, traz a facilidade de fazer análises e gerar relatórios personalizados em qualquer lugar, a qualquer hora.

 

Qual o objetivo do self-service BI?

A solução tem como objetivo proporcionar o ambiente e as ferramentas necessárias para que os usuários de negócio gastem menos tempo na construção de reports. Desse jeito, é possível focar mais na análise de dados em si. Ao expandir a cultura de dados na empresa, um software de BI self-service dá liberdade para os usuários se atentarem às informações mais relevantes para o setor em que trabalham. Isso confere grande autonomia, flexibilidade e velocidade de ação a todos os setores da empresa, além de contribuir fortemente para um processo de tomada de decisões melhor embasado e mais assertivo.

Esse tipo de inteligência de negócios se torna viável após a organização estabelecer seu data warehouse, que será acessado pelo software. Assim, cabe a TI manter a conectividade com os dados dos sistemas transacionais e instruir os usuários sobre a localização das informações. Aos usuários, cabe a responsabilidade de se ater apenas ao significado dos dados.

 

 

Por que o self-service BI é tão atrativo?

Algumas das grandes qualidades de um software self-service de BI são:

  • Maior flexibilidade e autonomia;
  • Democratização do uso de dados na empresa;
  • Menos erros de comunicação;
  • Maior rapidez de serviços;
  • Baixo custo.

Somado a isso, tem-se uma interface intuitiva e de fácil uso, recursos de acesso offline e multi-dispositivo, e ferramentas colaborativas. Ademais, também há a possibilidade de integração com ERP’s, bases de dados, planilhas etc.

É claro que com uma maior difusão das informações, surgem necessidades maiores de segurança e governança. Por isso, os bons softwares de self-service BI devem possuir:

  • Ferramentas de controle de qualidade de dados;
  • Políticas de privacidade;
  • Controle e respeito pela ordem de acesso;
  • Monitoramento de todos esses fatores.

Para atingir a competitividade imposta pelo mercado atual, é vital equipar o seu negócio com soluções que tragam produtividade, inteligência e eficiência. Investir em uma ferramenta self-service de BI com o poder de aprofundar a visibilidade de dados, avaliar e cruzar informações, e aumentar a colaboração e organização dentro do seu negócio pode ser exatamente o que você precisa para alavancar seus resultados!

 

Quer saber mais sobre esse tipo de solução? Entre em contato conosco!

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *