E-commerce + Business Intelligence = Parceria para lucrar mais

Uma das grandes apostas da Economia para 2019 é de que o setor do e-commerce cresça cada vez mais e se torne cada vez mais enraizado, comum e presente nos mais diferentes setores. Na verdade, trata-se de quase uma certeza. Quem atua com esse segmento pode se aproveitar desse crescimento e, com auxílio de Business Intelligence, alcançar patamares maiores.

 

São várias as formas como BI pode ajudar um negócio de e-commerce. Mas, basicamente, pode-se dizer que qualquer negócio alimentado por dados pode usar recursos de inteligência para obter crescimento. Por exemplo, analisando oportunidades de mercado, pontos fracos e fortes do negócio e medidas que podem ser tomadas no curto e longo prazo.

 

São também vários os setores que podem se beneficiar desta parceria. Por exemplo, alguns mais conhecidos, como conteúdo digital, entretenimento, varejo ou viagem. Mas, claro, é um dispositivo que pode ser adotado por praticamente todos os segmentos.

 

CONQUISTANDO MAIS RESULTADOS: E-COMMERCE E BUSINESS INTELLIGENCE

 

Uma forma eficiente de pensar como o e-commerce pode ser beneficiado por Business Intelligence é, na verdade, ver como qualquer segmento pode ser ajudado. Colocar inteligência de negócios em prática é, de maneira básica, pegar dados e números que são gerados e organizá-los de uma forma que se tornem, de fato, informações.

 

BI bem aplicado consiste no emprego de diferentes metodologias e ferramentas para ajudar os clientes a, com base nessas informações, tomar decisões mais certeiras tanto na elaboração de estratégias ou em questões corriqueiras. No curto ou longo prazo, é possível se obter resultados como aumento de lucro ou melhor posicionamento de mercado.

 

Na BIX Tecnologia, por exemplo, entre as ferramentas usadas, estão Qlik Sense, QlikView e NPrinting. Visite a página dos produtos para conhecer mais sobre eles e como podem ajudá-lo no seu negócio.

 

PREVISÕES PARA O E-COMMERCE EM 2019

 

Fazer compras on-line está algo cada vez mais frequente e comum. O Brasil, por exemplo, é um dos líderes disso na América Latina. Os principais consumidores dessa modalidade são os millennials e a geração Z. Porém, não estão sozinhos nessa, trazendo cada vez mais outras pessoas junto.

 

Veja os principais receios e os benefícios considerados por quem realiza, ou não, compras on-line:

 

Receios quanto ao e-commerce:

 

– Falta de confiança na segurança dos dados fornecidos durante o processo de compra e em receber os produtos com defeitos

– Preferência por comprar físicas

– Entrega com preços elevados ou com grande atraso.

 

Benefícios do e-commerce:

– Promoções e descontos

– Praticidade e entrega em domicílio

– Produtos exclusivos

– Opinião de outros compradores

 

É importante dizer que o setor está sempre buscando melhorar e os receios, progressivamente, estão sendo abandonados.

 

4 VANTAGENS DE UNIR BUSINESS INTELLIGENCE E E-COMMERCE

 

1. Estratégia de vendas

Com as informações geradas pelo emprego do BI, é possível reconhecer e descobrir demandas do mercado e o que está mais sendo procurado pelo consumidor. Gerentes e executivos podem, por exemplo, pensar num calendário com base nessas informações cruzando-as com datas importantes.

 

2. Perfil do cliente

Entender quem é o seu comprador é muito importante para se manter competitivo e melhorar resultados. Algumas ferramentas de BI permitem prever hábitos de compra, o que leva uma pessoa a ser fidelizada por uma empresa, quais os fatores mais importantes para tanto, além de segmentar o público alvo e ter informações personalizadas.

 

Isso ajuda e muito também o marketing da empresa, pois permite visualizar, muitas vezes, como se dá a jornada de compra em cada visita a um site. Assim, é possível saber qual o melhor produtor para sugerir a alguém, por exemplo.

 

3. Estoque

 

Saber o que oferecer a cada momento já é, sem dúvida, um benefício muito grande. Porém, de nada adianta se, obviamente, o produto não estiver em estoque!

 

Isto pode parecer meio óbvio, porém, um dos grandes problemas de qualquer loja, independentemente de offline ou online, é um produto sair de estoque por algum motivo inesperado.

 

Uma certa sinergia entre o setor de vendas e o estoque é essencial. Com as devidas informações, por exemplo, tendência de crescimento nas vendas de determinado produto numa época específica do ano, é possível conversar com distribuidores para que uma promoção seja lançada sem que haja risco de sobrar ou faltar mercadoria.

 

4. Acompanhamento de métricas

Todo negócio tem métricas que o ajudam a saber se estão crescendo ou não e a eficiência das estratégias implementadas. Entre elas, por exemplo, vendas. A nível local ou nacional, BI ajuda a acompanhar essas métricas com mais clareza e de modo a evitar ilusões ou incertezas.

 

Esses insights podem servir, muitas vezes, para melhorar os resultados de todos os níveis de uma empresa.

 

PREVISÕES PARA 2019

 

O ano acabou de começar e é a hora de alinhar ou definir as metas, projetos e planejamentos para o ano. Pensando especificamente em Business Intelligence, listamos as principais tendências para o ano.

 

Se você tem interesse em saber mais sobre as intersecções entre e-commerce e Business Intelligence ou como o BI pode ajudar no seu negócio, entre em contato conosco. Estamos sempre dispostos a conversar sobre o tema!

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *