Privacidade e IA: possibilidades de regulação

A Inteligência Artificial vem atraindo cada vez mais atenção por suas aplicações versáteis em diversos campos, o que trouxe um outro debate: a privacidade. O Projeto de Lei nº 21/2020, conhecido como o Marco Legal da Inteligência Artificial (IA), busca estabelecer critérios para a utilização dessas tecnologias no Brasil. No contexto da transformação digital, a privacidade dos usuários se tornou um ponto chave para a garantia de dignidade no mundo virtual.

Já fizemos um bate-papo sobre o tema. Clique e assista a seguir:

Com o aumento do interesse pela IA, surgem diversas dúvidas a respeito de seus limites de uso, principalmente em relação à privacidade. Dessa forma, o Marco Legal da IA e outras legislações que buscam garantir os direitos dos usuários mesmo dentro de ambientes virtuais levantam questionamentos sobre as possibilidades de regulação da IA.

Privacidade e IA: É possível regular?

Além do Marco Legal da IA, que ainda se mantém como projeto, um outro passo importante para evoluir a discussão sobre privacidade na era digital foi a publicação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) em 2018. Redes sociais e toda ação que exigisse algum tipo de formulário online passaram a ser obrigadas a remodelar suas políticas de tratamento de dados. O consentimento do usuário em relação ao armazenamento de dados por empresas (e seu uso por IAs) tornou-se imprescindível.

Nesse contexto, a Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) realizou, no começo de novembro, a ABES Conference 2022, com o tema “O digital sem fronteiras. O mapa e o terreno mudaram!”. O evento debateu, entre outros assuntos, a limitação do uso de informações desnecessárias para o funcionamento da IA — uma preocupação crescente entre consumidores.

De acordo com uma pesquisa feita em 2021 pela Capterra, cerca de seis a cada dez brasileiros se mostram muito preocupados com segurança digital. Além disso, 79% dos entrevistados concordaram com a afirmação “a proteção de dados é mais responsabilidade da empresa do que do consumidor”. Ou seja, as propostas de regulação vão ao encontro do desejo dos usuários de ter mais controle sobre sua privacidade no ambiente digital.

Reprodução: Arseny Togulev/Unsplash

Sobre IA

A IA, ou Inteligência Artificial, é um sistema automatizado que possui uma linha de raciocínio própria. Dessa forma, a IA consegue realizar tarefas sozinha e tornar o cotidiano das pessoas mais ágil. Esse tipo de sistema pode ser implementado em diferentes setores de negócios, seja para um bot de atendimento online, gerenciamento de estoque ou IAs de controle financeiro.

A Inteligência Artificial também é muito utilizada para análise de dados, uma vez que tem a capacidade de processar enormes quantidades de informação em uma velocidade muito maior. A IA pode, por exemplo, detectar padrões com mais facilidade e avaliar possíveis resultados futuros.

Esse tipo de sistema também tem sido utilizado para gerar imagens de forma totalmente automática: softwares como DALL-E e Midjourney se tornaram bastante populares por transformarem instruções em imagens. Além disso, o portal de notícias G1 publicou, em 2020, uma série de textos redigidos com Inteligência Artificial sobre as eleições municipais daquele ano.

Portanto, são diversas as aplicações da IA. Se você está pensando em utilizar Inteligência Artificial no seu negócio, a BIX Tecnologia pode te ajudar. Oferecemos soluções de desenvolvimento e implementação de IAs. Entre em contato pelo botão abaixo.

Regulação da IA no mundo

Em outubro de 2022, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou o “Plano para uma Declaração de Direitos em Inteligência Artificial”, com sugestões para orientar o planejamento, uso e implementação de sistemas automatizados sem sobrepôr-se aos direitos individuais. 

Também em outubro, a União Europeia iniciou a discussão sobre uma lei que permitirá aos consumidores levar o caso à Justiça quando se sentirem prejudicados por IAs. A UE já vem praticando ações nesse sentido — em setembro, condenou a Google a pagar US$ 4,1 bilhões de multa por desrespeitar regras de livre concorrência.

A discussão sobre privacidade de dados vem avançando cada vez mais. Por isso, é importante trabalhar com empresas que inspirem confiança e responsabilidade. A BIX Tecnologia possui um código de integridade que incentiva boas práticas e relações entre a equipe e com os clientes. Quer saber mais sobre os nossos serviços de sistemas para o seu negócio?